sábado, 3 de março de 2012

Plantei mais um azevinho no meu jardim


+
Plantei mais um azevinho no meu jardim. Já possuía três pés, dois meninos e uma menina.
Os meninos resultaram de uma sementeira que em tempos fiz. Ora como todos sabemos, apesar de indispensáveis à reprodução sexuada, os rapazes não frutificam.
A fêmea que até agora possuía, comprei-a num viveiro de rua. Frutos dá e em abundância mas o diabo da planta não se desenvolve! Julgo tratar-se de um cultivar que valoriza a proliferação de bagas em detrimento do porte.
Ora o pé que agora plantei é um rebento direto de um azevinho fêmea descendente de espécimes selvagens autóctones. A improvisada, robusta, fértil e altiva mãe encantou-me. Geneticamente tenho o que pretendia. Se as condições ambientais forem favoráveis, daqui a alguns anos terei uma prenda de Natal diferente.
Apesar dos constantes mimos, não quero correr riscos. E se o meu novo pé não vingar?
+
Prevendo essa eventualidade envasei outros dois pés, gémeos do primeiro, clones da mãe.
O vaso da esquerda contém um pé enraizado. O vaso da direita é uma simples estaca – já agora quero ver se funciona. Imitando o que se passa na natureza, vou mantê-los afastados da luz direta.
Rafael Carvalho / mar2012

7 comentários:

  1. Assim espero, amigo Clamote!
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  2. E sempre pega por estaca?
    obrigado e parabens

    ResponderEliminar
  3. Com esta estaca não tive sorte!
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  4. Boas,
    Há uns 10 anos, fui à aldeia e deram-me duas estacas de azevinho (se tinha folhas ou não, não me recordo) e meti na terra de um logradouro no Porto. Aquilo pareceu não dar nada, até havia me esquecido de tais tentativas... todas as plantas que tentei colocar nesse logradouro acabavam arrancadas ou danificadas pelo cão que lá tenho. Talvez, há uns 5 anos dei pelo azevinho já com uns 15 cm, hoje tem 1,10m. No logradouro em frente da casa, tenho agora um azevinho de 20-25 cm, dei conta dele há 1-2anos. Nenhum dá fruto.

    Não sei como sobreviveram tanto tempo sem sinais de vida...

    Será que essa estaca não brotará algum dia?

    Cumprimentos,

    ResponderEliminar
  5. Tenho um azevinho que a minha filha me ofereceu num natal em vaso e lindo cheio de bagas vermelhas
    Coloquei-o mais tarde no chão do quintal e nunca mais medrou Mantem.se verdinho mas nem cresce nem dá fruto Há largos anos Não sei a que se deve

    ResponderEliminar
  6. Manuela, relativamente aos azevinhos, existem plantas femininas e plantas masculinas. Se o seu trazia bagas é porque é uma menina. Para que torne a dar bagas, tem de existir um macho na região que assegure a polinização. Relativamente ao fraco desenvolvimento, podem existir várias razões que o justifiquem - o solo ser calcário por exemplo. Tenho um azevinho que durante muito tempo se manteve adormecido, nos últimos anos, contudo, o seu crescimento tem sido explosivo! Um abraço. Rafael.

    ResponderEliminar